domingo, maio 25, 2008

O meu canto laranja...

Pela janela entra uma luz fim-de-tarde... Porta escancarada, entram cheiros de Primavera... O mar ao longe marca presença somente subtil. Está lá, eu sei... mas mantém a discrição...
O meu canto laranja está preparado para me receber. Almofadas aconchegadas, aparelhagem a postos, livro de poesia, revistas de decoração, uma tela, pincel e tintas... chávena de chá a fazer...
O pôr-do-sol... Aquela altura depois... em que ainda há luz, mas já não sol... Em que a noite chega. Em que algo morre e algo se renova. Em que tudo se prepara para o sossego... A primeira estrela que surge num céu azul forte...
Lembranças e sorrisos... Pensamentos e tristezas... Palavras e olhares...
Um aperto cá dentro mostra-me as meias e a manta mesmo à espera que me enrosque...
Nuvens a contraluz. Gata que me beija a mão. Gato que se aninha.
Encolho-me no meu canto laranja. Deixo a mente voar para onde não deveria. Deixo o coração bater pelo que não poderia... cinco minutos de nada... emoções de tudo...
Nada nas minhas mãos, tudo no pensamento, na mente, na alma, no coração, na memória...
Estou aqui e por aqui estarei... no meu canto laranja com luz fim de tarde e cheiro Primavera...

Etiquetas: ,

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial