sábado, maio 26, 2007

Era este que procurava...

Há dias encontrei este, mas não era bem isto que procurava... Lembrava-me vagamente de como o que se segue me marcou nos idos tempos da minha jovem adolescência, em que, na disciplina de Português começavamos a conhecer os clássicos nacionais.

O som, a cantilena do declamar nunca me saiu da cabeça, mas falhavam-me palavras, expressões erradas, até que, por fim, e depois de esbarrar com muitos posts sem a devida referência ao autor (!!!)... encontrei...

Não Te Amo

Ao as noites de luar
Amo a lua, o sol, o céu
Amo as estrelas e o mar
Mas não amo o rosto teu

Amo das aves o encanto
Dos bosques o sussurrar
Na voz da brisa trago encanto
Mas não amo o teu cantar

Amo a cor da branca rosa
Entre a flor bela flor
Da violeta a cor mimosa
Mas não amo a tua cor

Amo o brilho das estrelas
Que fulguram lá nos céus
O da lua em noites belas
Mas não o dos olhos teus

Amo toda a natureza
Tudo nela me sorri
Em tudo encontro beleza
Mas não sinto amor por ti

Júlio Dinis

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial