quarta-feira, março 12, 2008

Assim se escrevia a... Ainda sinto o teu cheiro na minha pele...

Acordo! O som do telemóvel traz-te. Chegaste. De imediato nos evolvemos na languidez do olhar. A tua língua acaricia-me o pescoço e as mãos o peito. Beijas-me. Depressa perdemos noção do tempo. Passa. O teu corpo encaixa no meu ao sabor da perfeição do desejo. Tomas-me depois de brincar contigo. Dou-te um prazer indiscutível, indesmentível, quem sabe inigualável, incomparável. Dizes-mo. Sorrio e continuo. Apraz-me dar-te prazer... Mais que a outros a quem poderia ou teria dado prazer. É a tua vez de deitares as mãos ao leme. Dás-me prazer. Rimos e sorrimos, deleitamo-nos com o manjar de sensações e emoções. À flor da ele. Dentro do estômago, por detrás dos lóbulos, no interior das minhas coxas. Deleito-me ao sabor do desejo. Ainda sinto o teu cheiro na minha pele! Não o tira o banho. Não o tira o hidratante. Não o tira o perfume. Não o tira a noite de copos. Não o tirará o tempo...
É teu o cheiro, mas está comigo. Em mim. Tenho um prazer imenso em identificá-lo neste festival de aromas que é o meu corpo e o que o rodeia.. Não o mesmo prazer que me deste há umas horas atrás. É diferente. Um não tem sentido sem o outro. Complementam-se. Tenho o teu cheiro na minha pele. O teu sabor na minha boca. Tenho-te em mim...
Quero voltar a sentir-te, cheirar-te, saborear-te. Quero guardar esta sensação num frasco de perfume e perfumar-me todos os os dias com cheiro da tua pele, o sentir do teu cabelo.
Ainda sinto o teu cheiro na minha pele...

2 Comentários:

Às março 14, 2008 6:16 da tarde , Blogger grao_de_po disse...

dois corpos nus e saciados perdidos com as mãos por entre os cabelos, num tactear subtil e arrepiante, da base do pescoço à nuca.
o ar cálido de sexo fresco impregna os cheiros debaixo da pele para que se tragam à rua. cheios. arrebatatores. poderosos.

gosto das imagens que transmites =)

 
Às março 14, 2008 11:29 da tarde , Blogger Daniela disse...

cat amei amei amei amei e ainda amei!
descrição perfeita!
:)

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial