sexta-feira, fevereiro 08, 2008

Assim se escrevia a 3 de Fevereiro...

Estou no Arelho. Foz do Arelho. Não me lembro há quantos anos aqui não vinha. Quando cá cheguei ontem, as emoções estavam ao rubro. Passei em frente à escadaria e tive que parar o carro. Olhei e viajei no tempo. Faz muitos anos em que a criança emocional e emotiva descobria ali emoções e sensações. Dei ali o meu primeiro beijo. Nada mudou. Está mais velho e desgastado. As paredes perderam cor, mas a magia do lugar permanece. Este é daqueles sítios que não crescem. O tempo passou, mas voltei aos meus 14 anos. Agora chove. Estou num bar muito simpático e acolhedor. Está a anoitecer. Bebo um Tília e saco do meu Moleskine. Cheira a mar. Mar revolto. Encolhemo-nos no canto do bar. Ela desenha, eu escrevo. Cada uma entregue às suas sensações e razões ou falta delas. Somos parecidas. Muito. Vivenciamos s momentos de formas idênticas. Fazemo-nos as mesmas questões. Somos amigas. Fazemos comentários soltos e simplesmente ficamos. Ela desenha. Fotografa. Eu escrevo e olho o vazio. Chove na areia da praia. Chove na água do mar. Chove na esplanada do bar...


Há um local delicioso. Num espaço fantástico. Num ambiente acolhedor. Num tempo beligerante. A música que toca suaviza e acalma. Desenhei uma imagem na minha cabeça. Vejo-me sentada ao pôr-do-sol num dia de chuva cmo o de hoje. Comigo está apenas uma pessoa. E de repente este bar passou a ter sentido apenas com uma pessoa. Não creio que cá venha com mais ninguém. Pelo menos não naquele cenário intimista que desenhei na minha cabeça. Há um local delicioso, com uma música intimista, com um cenário que me faz sonhar, sorrir, sentir...

Etiquetas:

9 Comentários:

Às fevereiro 08, 2008 11:42 da tarde , Blogger Daniela disse...

a foz do arelho tem destas coisas... há séculos que lá não vou mas lembra-me bons tempos, de adolescência, os quais até gostava de repetir...

 
Às fevereiro 09, 2008 2:56 da tarde , Blogger Caetana disse...

foz do arelho, são martinho do porto,... locais de boas recordações para quem por lá passa!

 
Às fevereiro 09, 2008 4:31 da tarde , Anonymous Anónimo disse...

Pese embora as tuas passagens pela Foz tenham sido muito fugazes, as experiencias ali vividas marcaram definitivamente a tua vida... As emoções relembradas pelas sensações vividas demonstram que realmente a Foz não é um lugar qualquer... Tenho o privilegio de A viver intensamente... Viu-me crescer, ali passei a infancia e a adolescencia, muita brincadeira, muita LOUCURA... uiiii!!!! Conheço-A como a palma da minha mão, ja a percorri de ponta a ponta... Podia tornar-se vulgar, cansativa? Não!!!

É certo que que cada um A vive á sua maneira... uns passam, outros voltam, alguns ficam, o que é certo é que ela esteve, está e estará sempre lá para quem dela quiser experimentar sensações, viver emoções... Posso dizer que é um pouco minha!!!

Um Ilustre Desconhecido...

 
Às fevereiro 10, 2008 12:55 da tarde , Blogger Catarina em Lx disse...

daniela,
acho que é o ar... tem algo de diferente... ;) E locais pa tirar fotos??? Eu cá acho que tu ías adrar regressar...

caetana,
todo o oeste... Simplesmente fabuloso!!! Místico!

ilustre desconhecido,
welcme to my humble home... ;)
"As emoções relembradas pelas sensações vividas demonstram que realmente a Foz não é um lugar qualquer..." - Definitivamente! E a eterna dicotomia sensação vs emoção... Estás lá :)
Não te enganes, o hábito nunca cria vulgaridade se o que está em causa é algo deveras especial...
As emoções e sensações vividas nEla... É um pouco tua, mas n a guardes só pa ti, sim??? Deixa um cadito para por quem lá passa em busca interna...

 
Às fevereiro 11, 2008 11:43 da manhã , Blogger grao_de_po disse...

que bela tarde, essa =)

do lado de fora da minha janela, a mãe pavão troca uns mimos com uma das suas crias. é um instante que fica gravado nos meandros das (às vezes cansadas) sinapses... como as cores daquele fim de tarde em que cada lápis seguia à vontade da mão que o empunhava.

miúda, já não vinha aqui há taaaaaaaaaanto tempo...

às descobertas e aos dedos dos pés mergulhados devagarinho na espuma branca das ondas *

 
Às fevereiro 12, 2008 3:28 da tarde , Anonymous Anónimo disse...

Seria de extrema prepotencia e presunção dizer que escolhemos a Foz como um lugar de eleição... Nao vivam enganados, é ELA que nos escolhe!!!


(novamente) Um Ilustre Desconhecido...

 
Às fevereiro 13, 2008 10:18 da manhã , Blogger Catarina em Lx disse...

grao-de-po,
bela tarde é pouco... Repete-se? E não tarda ;)

Ilustre Desconhecido,
Plenamente de acordo. Achas que me posso incluir em tão ilustre gang? Será que Ela tb já me escolheu? Estarei eu à altura de tamanha responsabilidade?

 
Às fevereiro 13, 2008 12:09 da tarde , Blogger grao_de_po disse...

claro que se repete =) eheheh

 
Às fevereiro 17, 2008 11:12 da tarde , Blogger Catarina em Lx disse...

grao_de_po,
Tá tá!!! ;)))

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial