quinta-feira, março 02, 2006

Há dias assim... #5

É daqueles que mais valia não virem... daqueles em que se voltasse ao momento em que o despertador tocou, tinha sido "ligeiramente"violenta com o bicho... daqueles em que o inacreditável toma conta de cada minuto infindável...

Há dias em que se pudesse pegava no mundo, sacudia-o qual tapete de quarto à varada e voltava a estender... Mas sacudia com violência, para me livrar de todos aqueles pêlos de gato e cabelos e cotão e linhas e restos de serpentinas do Carnaval e tudo e tudo e tudo e tudo... Depois deixava a arejar um bocadinho no parapeito e só depois é que voltava a estede-lo lá, ao lado da cama para aquecer o ambiente, para aconchegar os pés nas manhãs difíceis, para embelezar o ambiente... Mas o mundo não se sacode... pelo menos não pelas minhas mãos. O mundo não areja, pelo menos não na minha varanda. O mundo não se estende para nos fazer felizes... pelo menos não no meu mundo. O mundo é esta coisa que gira e gira e gira... e não pára. Pode chegar a ser cruel. Pode chegar a fazer-nos chorar... Mas não pára. Nunca! E ainda bem que assim é, mas há dias em que me apetecia parar tudo, rearranjar e pôr novamente a tocar... Há dias em que as palavras não chegam, os gestos não complementam, as ideias não passam... Há dias em que aos olhos dos outros as nossas questões não importam, apesar de para nós serem a vida... Há dias em que a hora de ir para a caminha é o momento mais aguardado, e não é só por cansaço ou preguiça...

Há dias assim...

Etiquetas:

2 Comentários:

Às março 03, 2006 6:56 da tarde , Blogger Folha de Chá disse...

Mas até dias desses, passam. Não são mais do que momentos. Que passam.

 
Às março 05, 2006 6:01 da tarde , Blogger Catarina em Lx disse...

folha de chá,
e na pior das hipóteses servem para darmos ainda mais valores aos momentos melhores...

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial