terça-feira, março 07, 2006

Momentos

É um sentimento de impotência enorme. Às vezes queria ter o poder de mudar as coisas. Queria ter o poder de voltar atrás no tempo e fazer aquele algo que influenciaria alguém a tomar outra atitude. Queria ter o poder de abraçar alguém e de esse abraço confortar realmente. O meu ombro do tamanho do mundo não chega a todos. O meu abraço quente e honesto não chega a quem queria... Sofro com o sofrimento dos outros. Dói-me não poder fazer nada. Doí-me quando as coisas não estão na minha mão. Quando não posso... Quando não consigo...
Gostava que a minha palavra, a minha mão chegasse a esse alguém... O meu abraço o confortasse. E as palavras... essas não se dizem, por serem vazias, por não chegarem... As palavras não têm cabimento nesta altura. São momentos sem som. Momentos vazios que enchem as almas doridas...

2 Comentários:

Às março 08, 2006 7:06 da tarde , Blogger Folha de Chá disse...

A tua palavra ode chegar em pensamento, ou oração, por exemplo. E ajudar muito. O teu abraço pode ser sentido e desejado, e chegar lá. Acredita que podes ajudar.

 
Às março 11, 2006 12:05 da tarde , Blogger Catarina em Lx disse...

folha de chá,
espero que sim. A intenção está cá. A mensagem passará concerteza. Só espero conseguir ajudar, de facto...

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial