sábado, março 04, 2006

Ca ganda susto!!!

6ª-feira de manhã. Chuva molha parvos. Último dia de trabalho da semana, e por natureza um dos mais calmos... a cachopa sai de casa com alguma descontracção, e promete a si mesma que aquele ía ser um dia calmo, sem sobressaltos, sem irritações. Não me ía chatear apesar de os últimos dias não terem sido nada fáceis...
Lá vou eu no meu caminho, quando na saída de uma curva o carro foge de traseira. As pulsações passam em meio segundo de 80 para 170 (no mínimo). Viro o volante, mas nada, o carro continuava a andar de lado, perigosamente a dirigir-se para um monte e eu a pensar: "Já está! Já deste cabo do carro..." De repente o carro vira e em vez do monte aparece-me uma ribanceira mesmo de frente... Viro novamente o volante, mas o carro nada. Tinha ganho vida própria. Tavão a fundo, mas o que é facto é que o carro entrou em contra-mão e mandou-se ribanceira abaixo. Nem acreditava no que me tinha acontecido.
Ó fáxavor, dá pa pôr no rewind e jogar de novo???
Saco do travão de mão, solto o cinto e zinga... aí vou eu pa cima do volante... Chiça que essa doeu!!! De repente dou-me conta de que o meu centro de gravidade está ligeiramente alterado. Abro a porta do carro e ela voa para a frente. Saio do carro e quando olho pa cima vejo que o meu carro mandou-se por uma ribanceira da minha altura... por aí... Subo a bicha com algum esforço para ter noção da cena e vejo que as rodas de trás do meu bicharoco estão no ar... Merda!!! É impossível tirar daqui o carro. Desço a riban... melhor, escorrego ribanceira abaixo e dentro do carro procuro os telemóveis... É nestas alturas que me questiono porque raio tenho 2 telemóveis: um praticamente sem bateria; o outro, bloqueado à rede, sem saldo. Chiça que é preciso ter pontaria! Lá consigo ligar para o 112, mas como eu n estava ferida e o carro estava completamente fora da via, eles n fazem nada. Tenho que ligar para a assistência em viagem. Antes disso ligo ao meu amigalhaço Duarte, que havia passado pelo local há 5 minutos e, sendo o amor de pessoa que é, foi logo ter comigo. Ficou lá comigo até ao finzinho... Não fosse o telemóvel dele e estava feita ao bife... De repento observo novamente o panorama e vejo que o carro foi parar bem no meio de 2 oliveiras. A menos de 1 metro de uma delas...
A cachopa da assistência em viagem foi uma querida e ligou-me para o telemóvel sem saldo com bateria... Lá consegui explicar onde estava e depois foi só esperar.
Finalmente chegou o reboque que literalmente arrancou ou meu bólide da pseudo-lama. Aparentemente o bicho estava até bastante bem... Eu não tinha a mínima noção dos estragos do dito, mas dei uma voltinha e achei que conseguíamos ir pelos nossos próprios meios até à oficina do costume ver a extensão dos danos. Se bem o pensei, melhor o fiz. E não é que o bicho (aparentemente) não tem nada??? Além de um enorme monte de terra, erva e azedas, está como antes. Ahhh!!! Minto: tenho um risco no pára-choques...
Quanto a mim, e como de costume, depois de as coisas acalmarem comecei a ir-me abaixo. Qdo finalmente cheguei ao trabalho, por volta das 11h da manhã, resolvi umas coisas, fui almoçar, comecei o trabalho normal da tarde e aí sim... aí comecei com dores no pescoço, a meio da coluna, a tremer... Achei que o melhor era começar o fds mais cedo e vim pa casa. As dores nas costas eram mais que muitas e tive que lutar contra mim mesma pa não ir para a cama às 8h da noite. Dormi mal, acordei com uma enorme enxaqueca, mas posso dizer que tive uma sorte do camandro!!!
Fora o sentir-me de rastos, tudo está bem quando acaba bem...

3 Comentários:

Às março 05, 2006 7:34 da tarde , Blogger SOD, o Pérfido disse...

Cuidado com carros acidentados que parecem não ter nada. Ainda por cima, a culpa do acidente poderá ter sido do carro. A não ser que tenha havido excesso de confiança ou óleo na estrada...

Quando a adrenalina se vai, é que as dores e as preocupações aparecem...

 
Às março 06, 2006 1:15 da tarde , Blogger Hugo disse...

Grande aventura. Quase melhor que uma do Indiana, o Jones. Quase!
Espero que já estejas recuperada.

Bjinhos

 
Às março 07, 2006 10:21 da tarde , Blogger Catarina em Lx disse...

sod, o pérfido,
brigado pela preocupação. De facto acho que apanhei qq coisa na estrada, mas enfim... O carro já foi visto e eu ando com cuidados redobrados... Espero que corra bem...

hugo,
a quem o dizes... lol Falta a bela da masagem pa descontrair. Não se arranjam por aí umas mãozinhas experientes, conhecedoras e desocupadas, não???

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial