terça-feira, novembro 20, 2007

Solta no vazio...

1996 do velho amigo Sakamoto volta a tocar no volume 25 do rádio do meu carro. Velho amigo e companheiro de momentos emocionantes... É um CD com estórias para contar... Muitas!
Cotovelo esquerdo pousado algures na porta do carro e o meu velho tique de brincar com a mão esquerda com o lábio inferior acompanha, normalmente, uma rapidez de raciocínio com poucos precedentes.
Penso nas perdas e de como a perda de alguém não se regista apenas quando esse alguém parte para longe, ou parte de vez... Podemos perder alguém e mantê-lo a uma proximidade assustadora. Mas perder? Porquê perder? Porquê este pensamento tão rancorosamente egoísta, tão intensamente errado? Porque não é um pensamento! É um sentimento!
A notícia apanhou-me de choque e depois da primeira reacção de quietude e apatia, seguiu-se um momento de quase pânico. O "Parabéns!!! É óptimo para ti" foi acompanhado de uma lágrima que não consegui conter... Mas a minha lágrima não estava sozinha. Fiquei aliviada porque o meu egoísmo estava a ser, mais que processado, compreendido, acompanhado de forma solidária...
Sinto-me solta no vazio, sem parede onde me encostar, sem chão onde me sentar... Meio perdida... Triste e contente, entusiasmada e aterrada, saudosa e expectante...
Como animal de hábitos, o Homem receia sempre a mudança. Mas como animal de adaptação fácil e conhecimento construtivo, o Homem também a tudo se ajeita.
Novidade! O mote da emoção! A emoção, essa besta animalesca que nos leva dum pico ao outro em menos de um momento. Qual montanha russa do sentimento, deixamo-nos ir num sobe e desce frenético que nos esgota as energias e deixa a cabeça à roda. Solta no vazio... Sei que a mudança e o desafio são o combustível do desenvolvimento. Mas como animal de apegos, custa deixar ir o que nos faz sorrir...
Longe de ser uma despedida, teria motivos para comemorar... mas o meu egoísmo deixou-me assim... solta no vazio...

5 Comentários:

Às novembro 21, 2007 3:01 da tarde , Blogger Daniela disse...

Falas falas dos outros mas tu... transmites exactamente aquilo que sentes, as emoções são descritas ao detalhe e de uma forma que nos cola ao monitor e nos faz ler 2, 3 vezes...

 
Às novembro 21, 2007 4:26 da tarde , Blogger mtheman disse...

hummmm eu acho que isso é do tempo... tás a precisar do sol e do calorzinho...

 
Às novembro 21, 2007 10:04 da tarde , Blogger Catarina em Lx disse...

daniela,
Ora... deixa-te de tretas! Obrigadinhes!!! hehehe ;)

mtheman,
acredita!!! Sem sol fico estranha...

 
Às novembro 22, 2007 9:57 da manhã , Blogger Ele há horas assim... disse...

Concordo inteiramente com a Dani. É impressionante a facilidade com que transmites as tuas emoções e sentimentos através da escrita...

Começo a ficar sem palavras para elogiar estes posts...

:)

Beijinho

 
Às novembro 25, 2007 10:04 da tarde , Blogger Catarina em Lx disse...

ele há horas assim,
obrigadinhesss pa ti tb, meu caro... hehehe Vcs mimam-me é demais... ;)

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial